Viagem

O que fazer em Madrid: 10 atrações imperdíveis

Falar de Madrid não é uma tarefa fácil, já que a cidade possui uma diversidade enorme de atrações. Por isso, resolvi reunir os 10 principais pontos/atividades que você não pode deixar de visitar/fazer na sua viagem à capital espanhola. Aproveite!

Zoropando: Madrid e seus principais pontos turísticos

1. Apreciar os detalhes da Plaza Mayor e da Puerta del Sol

Esses são os locais mais famosos e imperdíveis da cidade.

A Plaza Mayor é cercada de bares e pórticos e é ponto de partida para várias das atrações de Madrid. Já a Puerta del Sol é um dos lugares mais famosos, pois é nela que você vai encontrar a estátua do Urso e do Madronho (prepara a foto!) e também o marco zero da Espanha.

2. Ver o pôr do sol no Templo de Debod

Esse é um dos lugares mais diferentes da cidade. Esse templo é um pedaço do Egito no meio de Madrid. Construído no século II, ele foi doado à Espanha no século XX.

O templo foi transportado do Egito a Madrid e reconstruído pedra a pedra. Para saber mais de todo o processo de reconstrução, é possível visitar o seu interior. Quando fui, estava fechado para visitação e isso pode ocorrer com frequência para garantir sua preservação.

De qualquer maneira, sua visita ao local não será perdida. Muito pelo contrário! O templo fica localizado em um espaço cheio de verde (pelo menos na primavera e verão). E o melhor de tudo é que é a partir dali que você vê o pôr do sol mais bonito da cidade. E quem diz isso são os próprios madrilenhos. Vale a pena conferir. 😉

No seu caminho entre o Templo e o palácio real, não esqueça de dar uma parada na Plaza España para conferir o monumento a Cervantes. No centro dele, uma estátua em homenagem a dois dos principais personagens do seu escritor: Don Quixote e Sancho Panza.

3. Ir ao Palácio Real e à Catedral da cidade

Uma monarquia nunca fica sem seu palácio real, certo?! E esse também é o caso da Espanha. Apesar de os reis espanhóis não morarem mais no palácio, ele continua sendo a residência oficial dos monarcas e tendo importante papel diplomático.

Todas as quartas-feiras (exceto nos meses de julho, agosto e setembro, e nos dias em que se celebra algum ato oficial ou quando as condições meteorológicas o impeçam), ocorre a mudança da guarda real.

Eu não entrei no palácio, mas me disseram que vale super a pena. Ele foi inspirado nos esboços da construção do Louvre e é o maior palácio real da Europa Ocidental (sim, maior que o palácio de Buckingham, em Londres).

A Catedral fica bem ao lado do palácio e vocês verão que a arquitetura de ambos é bem parecida. No entanto, vá até a rua ao lado e tente ver a sua outra face. É surpreendente como são diferentes! A explicação é que o lado apontado para o palácio real não podia contrastar com sua beleza e imponência.

4. Apreciar e deliciar-se no Mercado San Miguel

O Mercado San Miguel não é tão grande como outros mercados na Espanha, como o La Boqueria, em Barcelona, por exemplo, mas mesmo assim vale a pena. Localizado bem próximo a uma das portas da Plaza Mayor, o mercado fica no coração da cidade.

O lugar reúne o melhor da gastronomia espanhola: paella, mariscos, tapas, aperitivos, presunto, vinhos, e muito mais! São mais de 20 stands e, em alguns deles, você pode sentar e simplesmente desfrutar de suas delícias.

Por não ser muito grande, costuma estar sempre cheio, mas vá preparado(a) e, simplesmente, delicie-se ou aprecie.

Aberto de 10h às 00h de segunda a quinta e aos domingos, e de 10h às 01h às sextas, sábados, e véspera de feriado.

5. Comer churros na Chocolateria San Ginés

Posso ser franca? Os churros no Brasil são BEM melhores (minha humilde opinião). Na Espanha, os churros não têm recheio. O que os espanhóis fazem é comer churros com chocolate quente e aí eles vão mergulhando os churros no chocolate. De qualquer forma, vale a pena incluir essa experiência na sua viagem a Madrid, principalmente, se estivermos falando de fazer isso na chocolateira San Ginés.

Inaugurado em 1894, o lugar praticamente não fecha. Aberto 24 horas, todos os dias do ano, você, provavelmente, terá que aguardar em uma fila para sentar e apreciar seu churros.

Minha dica é dividir. A porção individual é enorme e vem com 1 chocolate quente e 6 churros. O chocolate é daqueles bem grossos e não muito doce.

Zoropando: Parque El Retiro, museus e mais.

6. Visitar uma das maiores feiras ao ao livre da Europa aos domingos e feriados

Se você gosta de uma boa feirinha, cheia de coisas diferentes, incluindo roupas, artesanato, bijuteria, antiguidades, etc., você não pode deixar de visitar o Mercado El Rastro. Aberto aos domingos e feriados de 09h às 15h, pelo que muita gente fala, esse é o maior mercado desse estilo de toda a Europa.

O Mercado acontece na Calle de la Ribera de Curtidores e se divide pelas ruas ao redor. Para chegar até ele, você pode caminhar desde a Plaza Mayor até o bairro Embajadores ou ir de metrô até as estações La Latina ou Puerta de Toledo. 

O mercado fica bastante cheio a partir de 12h, até porque existem bares para aperitivo pelas redondezas. Caso prefira conferí-lo quando ainda houver menos gente, a melhor opção é ir um pouco mais cedo.

7. Recarregar as energias no Parque El Retiro

Várias portas dão acesso a esse parque enorme de 125 hectares. Lá você vai encontrar vários jardins e vai poder relaxar em um dos lugares mais tranquilos da cidade. As principais atrações são: o Lago grande (onde você pode alugar um barquinho a remo), o Palácio de Cristal e o Palácio de Valasquez, ambos usados como salas de exposição.

Em frente ao Palácio de Cristal, não deixe de reparar no lago. Normalmente, dá para ver tartarugas, cisne negro, patos, e tirar fotos bem bonitas.

Uma curiosidade é que no Parque El Retiro se encontra a única estátua – El Angel caído – no mundo a representar o diabo.

8. Museus: ver Dali e Picasso no Reina Sofia

O que não falta em Madrid é vida cultural e, claro, museus. Entre os mais requisitados estão o El Prado e o Reina Sofia.

Para quem gosta de arte mais clássica provavelmente vai preferir o El Prado, que abriga obras de Velázquez, Goya, El Bosco, além de vários outros.

Se você, assim como eu, gosta dos movimentos surrealista e cubista, seu lugar é no Reina Sofia. Ali você vai encontrar Picasso, Dalí, Miró e vários outros. A obra que costuma chamar maior atenção é Guernica, de Picasso, que retrata os horrores causados pelo bombardeio na cidade (Guernica), em 1937.

9. Passear pela Gran Vía

A Gran Via é a mais conhecida rua de comércio da cidade e é como um shopping a céu aberto. Além das principais lojas, você também vai encontrar teatros, cafés e cinemas. É graças à Gran Vía que foi possível conectar o centro de Madrid (calle Alcalá) com o noroeste da cidade (Plaza de España).

Algumas das lojas na Gran Vía: Zara, Mango, Primark, Sephora, H&M, Pull & Bear, Nike, Adidas, etc.

Para quem prefere marcas de luxo, mais vale ir ao Corte Inglés, que é uma multimarcas presente em várias cidades da Espanha, que fica pertinho da Gran Vía, na Calle Preciados.

10. Passar pela Porta de Alcalá e pela Praça de Cibeles

Considerado um dos monumentos mais representativos de Madrid, a porta de Alcalá foi inaugurada em 1778 e foi uma das cinco principais portas de entrada da cidade. Pertinho dela fica uma das entradas do Parque retiro e também a Praça de Cibeles. É em volta dessa praça que ficam alguns dos edifícios mais imponentes da cidade, como a Prefeitura – localizada no Palácio das Comunicações, antes sede central dos Correios.

No centro da praça fica uma fonte –  a Fonte de Cibeles, onde, atualmente, os torcedores de Real Madrid costumam celebrar suas vitórias.

Extras

Teleférico: Fiquei sabendo há pouco tempo que existe um teleférico na cidade. Nunca fui, mas parece que vale a pena, principalmente para quem tem mais tempo na cidade ou já conheça seus principais pontos.

Cidades próximas a Madrid: Não conheço todas, mas caso tenha mais tempo na cidade, considere incluir algumas dessas opções no seu roteiro: Toledo, Segóvia, Ávila, Aranjuez, Córdoba, Cuenca e Salamanca.

Estádio Santiago Barnabéu: Aos amantes de futebol, essa é a casa do Real Madrid e talvez você queira conhecê-la.

3 Comments

  1. Ai, já fiquei com saudades de Madrid… amei a Espanha e pretendo voltar em breve! Parabéns pelo post!

  2. Hola, gracias por el consejo. Nunca escuché sobre este restaurante.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*